Dicas DBV Turismo,

Novo sistema brasileiro de registro de hóspedes, online, entra em vigor a partir de agosto

20 julho Revista Conexão Nordeste 0 Comments


Novo sistema será online, em
tempo real, mas com sigilo

A partir de agosto, todo viajante que se hospedar em hotéis brasileiros será registrado em tempo real em um novo sistema online criado pelo Ministério do Turismo. O anúncio foi feito pelo ministro Pedro Novais, na abertura do 6º Salão do Turismo – Roteiros do Brasil, na quarta, dia 13, no Anhembi, na capital paulista.
A medida vai contribuir para mapear o fluxo de turistas no Brasil e orientar as políticas públicas com foco na Copa do Mundo de 2014. Os hotéis farão o registro gratuitamente, por meio de um endereço eletrônico disponibilizado pelo governo federal.
A assinatura da portaria que regulamenta o uso da Ficha Nacional de Registro de Hospedes vai acontecer em Salvador (BA), em data a definir.


Implantação



A implantação deverá ser gradativa, ocorrendo primeiro nas 12 cidades-sede da Copa de 2014, depois nas demais capitais, a seguir, nos 65 destinos indutores de desenvolvimento turístico e, finalmente, no restante do país. 

O sistema não implicará gastos, pois será fornecido gratuitamente pelo Ministério do Turismo aos meios de hospedagem. Os hotéis que utilizam seus próprios sistemas de informatização terão de integrá-los ao do MTur. Por outro lado, os hotéis sem infraestrutura poderão utilizar o sistema off-line, sem custos. Também não terão custos com aquisição dos formulários, como acontece atualmente.



Alfredo Lopes - ABIH-RJ
De acordo com o presidente da Abih-RJ (Associação Brasileiroa da indústria de Hotéis do Rio de Janeiro), Alfredo Lopes, seu único receio é quanto ao sigilo dos hóspedes. Os hotéis são responsáveis pelo sigilo dos hóspedes, portanto, minha preocupação é saber como será feita a segurança desses dados na internet", explica.

O Ministério do Turismo, por meio de sua assessoria de imprensa, afirmou que o sigilo dos hóspedes será mantido, conforme já acontece atualmente no sistema de preenchimento manual das fichas. 

De acordo com a assessoria, a Lei do Turismo e a portaria que a regulamentará vão transferir para o Ministério do Turismo as atribuições que, anteriormente, eram da Embratur, no que se refere ao controle das fichas.