Cidadania,

As redes sociais e as pedradas na ética e na moral

14 março Redação DBV - Dicas Bem Viver 0 Comments


Era costume nos tempos de Cristo que ocorressem apedrejamentos como forma de punição a quem cometesse determinados tipos de delito, sendo clássica a passagem do Novo Testamento onde ninguém atreveu-se a atirar pedras, pois também seriam passíveis de ser atingidos por elas.

Nos dias de hoje temos nos defrontado como uma onda crescente nas redes sociais de ataques sem precedentes, a todo tipo de assunto, principalmente quando se refere à politica.

Isso tudo foi aguçado pela radicalização entre direita e esquerda, no meio político, envolvendo quem desejava livrar-se do governo petista e aqueles que buscaram mudança onde encontraram num discurso de conservadorismo, a forma para mudar o Brasil.

Nunca se discutiu e se criou tanta confusão nas redes sociais como da campanha política para cá.  Principalmente via Facebook e Twiter.

Por incrivel que pareça, daquele que se esperava discrição, ou no mínimo, melhor orientação, como ocupante  do mais alto cargo da Nação, é que se vê uma postura incompatível e até  mesmo inadmissivel.

O pessoal que apóia os movimentos de esquerda já tem essa tradição de atirar pedras para todo lado, mas isso tornou-se um hábito preocupante e perigoso mesmo aos mais moderados de antes.

O pior é quando, sem auferir se a noticia é verdadeira, ou se tem mesmo a extensão que lhe é dada, chovem criticas e comentários pesados e com forma de expressões que assombram os mais moderados.

As verdadeiras pedradas na verdade atingem a ética e a moral, principalmente num tempo em que nós brasileiros devemos estar preocupados com a conduta do Congresso Nacional, que como representantes de todos nós cidadãos, devem ser responsáveis por tratar com seriedade as mudanças que o país precisa, e que não interessa a uma gama de pessoas que se beneficia ao longo de décadas de condições diferenciadas de vencimentos e aposentadorias, por exemplo.

Deve-se sim utilizar rede social para demonstrar que não se vai tolerar no país qualquer facilidade que continue aumentando a dívida pública e incentivando privilégios, pois tanto Executivo, quanto Legislativo e Judiciário devem dar exemplo, e a eles, se falharem serem dirigidas as pedras pela falta de moral, ética e principalmente  do compromisso com o Brasil.


* Luiz Eduardo da Silva

 - Advogado da Temporini Silva Sociedade de Advogados

 - Especialista em Direito Arbitral

 - Vice-presidente do IMAT - Instituto de Mediação e Arbitragem do Alto Tiete - São Paulo

FALAR BEM CONECTA



Saber se comunicar é fundamental! É importante transmitir suas opiniões de forma clara, inteligente, autêntica, mas também com confiança.

E o Dicas Bem Viver indica o curso de comunicação Falar Bem Conecta, que irá te ajudar a melhorar seus relacionamentos e aumentar sua reputação. 


Sessão 1 - Mais Persuasão - Controlando o Volume e Frequência da sua Voz! Nesta Sessão, você terá exercícios poderosos e de fácil aplicação para se comunicar com mais clareza e equilíbrio. 

Sessão 2 - Comunicação que Conecta - Expressão Corporal e seu poder de comunicar o que as pessoas querem. Você aprenderá o quanto os gestos e a comunicação direcionada para cada pessoa e situação podem aumentar em até 45% seus resultados. 

Sessão 3 - Segurança e Confiança - Técnicas e Estratégias de Objetividade e Certeza. Irei te apresentar os 4 pilares estratégicos para uma apresentação natural, confiante e eficaz. 

Sessão 4 - Apresentações Poderosas - Construindo diálogos e influência. Através de um método fácil e prático, agora você irá criar um roteiro com um começo, meio e fim surpreendentes.



Para saber mais sobre o FALAR BEM CONECTA, clique aqui!! 





"Nunca se prepare quando você precisa estar pronto" - Ricardo S

0 comentários: