Alimentação saudável,

9 frutas que ajudam no combate aos quilinhos extras

27 janeiro Marcia Cruz 0 Comments

Considerado o pai da Medicina, Hipócrates já dizia: "que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio". É por isso que defendemos a reeducação alimentar como a base da boa saúde, pois devemos focar em eliminar o excesso de peso além da vaidade, mas também, e principalmente, para que possamos melhorar a saúde, como um todo e, consequentemente, a qualidade de vida. 

Como parte desta mudança, é importante conhecermos a variedade dos alimentos naturais que existem, e de que forma eles podem nos ajudar a eliminar aqueles quilinhos extras que, francamente, ninguém merece!! E, nesta postagem, falaremos de algumas frutas que nos ajudam neste propósito. Vamos lá?

As frutas no combate aos quilinhos extras

Sem mais delongas, vamos então conhecer algumas da frutas que nos ajudam a manter a boa forma. 


  • O limão é antioxidante e muito útil, quando se trata de ajudar a digestão, além de ser altamente diurético.

  • O abacaxi também é acido ajudando na digestão sendo diurético e com poucas calorias.

  • A manga é depurativa do sangue possuindo varias vitaminas e muito magnésio, no entanto deve ser consumida com cuidado, pois existem pessoas que são alérgicas a essa fruta.

  • O figo além de diurético é um leve laxante e indicado para que tenha problemas de funcionamento de intestino.

  • O pêssego possui poucas calorias e ajuda o intestino preso.

  • A maçã é altamente recomendada para casos de obesidade e intestino preso.

  • A melancia pela grande quantidade de água ajuda na hidratação e no emagrecimento sendo aconselhada em qualquer tipo de dieta.

  • A ameixa também é laxativa e por isso ajuda a emagrecer.

  • A banana, que muitos acreditam não ser indicada para dietas de perca de peso, é fonte de energia, o que é ótimo para ajudar nas atividades físicas, e tem o poder de reduzir a compulsão por comidas, em especial os doces, grande vilões da boa forma, e também da saúde.

Gostou da dica? Até a próxima postagem! E, lembre-se: "que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio"!!



0 comentários: